letrasde.net

andromeda – dose de chá

por favor espere um momento...

[verse]
no meu quarto
flores caem, enquanto você entra
tem baratas, centopeias
subindo na banheira
ansiedade, prioridade, demais pra minha cabeça
no meu prédio, tomo um remédio e quando você entra

[chorus]
te ofereço uma dose de chá pra você se acalmar
você se insiste em rejeitar
te chamo para a mesa do jantar, começo a te devorar
sua carne é sedimentar

[verse]
de madrugada, eu te chamo pra vir na minha cabeça
você recusa, me acha confusa
mas sua mente é rasa

]chorus]
te ofereço uma dose de chá pra você se acalmar
você insiste em recusar
te chamo pra comer a sobremesa mas você não tá na mesa
saiu e deixou a luz acesa

[bridge]
o que eu faço com esse bolo que eu confeitei para você?
já tentei te esquecer mas não consigo esquecer
sua doce mente de glacê

[chorus]
te ofereço uma dose de chá pra você se acalmar
você se insiste em rejeitar
te chamo para a mesa do jantar, começo a te devorar
sua carne é sedimentar
te ofereço uma dose de chá pra você se acalmar
você insiste em recusar
te chamo pra comer a sobremesa mas você não tá na mesa
saiu e deixou a luz acesa

- letras de andromeda

Letras aleatórias